11 de mai de 2010

Gota D'Agua

Já lhe dei meu corpo, minha alegria,

Já estanquei meu sangue, quando fervia,

Olha a voz que me resta

Olha a veia que salta

Olha a gota que falta, pro desfecho da festa

deixa em paz meu coração

Que ele é um pote até aqui de mágoa

E qualquer desatenção, faça não,

Pode ser a gota d'agua,

Deixa em paz meu coração,

Que ele é um pote até aqui de mágoa,

E qualquer desatenção, faça não,

Pode ser a gota d'agua !

Já lhe dei meu corpo, minha alegria,

Já estanquei meu sangue, quando fervia,

Olha a voz que me resta

Olha a veia que salta

Olha a gota que falta, pro desfecho da festa

Deixa em paz meu coração

Que ele é um pote até aqui de mágoa

E qualquer desatenção, faça não,



Pode ser a gota d'agua,

Pode ser a gota d'agua,

Pode ser a gota d'agua,



Autoria: Chico Buarque de Holanda

Um comentário:

  1. Essa musica para Medéia realmente é linda e forte.Chico é maravilhoso.
    Olha em junho estarei com dois espetáculos nessa cidade linda: Os Sonhos de Segismundo e Branca.

    ResponderExcluir